IMG-20201020-WA0033.jpg

Montagem da série na mostra 'Vastas Emoções, Pensamentos Imperfeitos' do 11º Prêmio Diário Contemporâneo com curadoria de Rosely Nakagawa. No Museu do Estado do Pará - MEP.

Um Bonde Chamado Desejo, 2020

Série

Instalação / Fotografia

Impressão de pigmento mineral s/ Papel Algodão

6 luminárias pretas

Neste trabalho me aproprio de imagens de casais queer de épocas distintas e significativas do começo do séc. XX. na internet e no cyber espaço. Com a inserção do texto sobre o paspatur, afim de preservar ou sobrepor, costruo possíveis narrativas ficcionais que poderiam ser reais em um mundo onde as estruturas machistas e homofóbicas pertencentes ao patriarcado não tivessem sido instauradas. Em um mundo onde a "identidade" do homem heterossexual branco conservador cristão e seus malefícios não existissem e não tivessem deixado feridas em corpos e invisibilizado outras histórias.

IMG-20201021-WA0005.jpg

Essas fotografias e estas micro histórias são formas de validar a existência e desmitificar discursos atuais e recentes, mas retrógrados como o "No meu tempo não existia isso". Fazendo jus ao tempo em uma percepção tendenciosa e auto-perceptiva. Pois estes corpos e relacionamentos existiam, mas não podiam ser vistos. A homoafetividade existe na história do mundo assim como na arte desde os seus primórdios.

Marlboros e Johnny Cash (300 dpi).jpg

Marlboros and Johnny Cash

Nostra Vida (300 dpi).jpg

Nostra vida

E não esperaram (300 dpi).jpg

E não esperaram

Outro Rio (300 dpi).jpg

Outro rio

Vogue (300 dpi).jpg

Vogue

Entre dois rapazes do Texas (300 dpi).jpg

Dois rapazes do Texas

Nessa obra questiono o passado, presente e futuro. Se estas pequenas histórias fossem de certo modo reais em seu período temporal, como estaríamos hoje? Como seria o nosso agora? Estas reflexões fica pairando a ideia do desejo, mas também o movimento onde podemos agir, lutar e construir histórias nossas com as essências destas no nosso presente, para um possível futuro.