na hora certa no tempo errado 3.png

Montagem do díptico na exposição individual Suaves Brutalidades, montadas em uma certa distância, dando ao vazio e a distância outro elemento presente na composição da pintura.

Na hora certa, no tempo errado, 2021

Díptico

Pintura

Acrílica s/ Tela

15 cm x 15 cm (cada)

Nesta obra em díptico, crio uma cena onde 2 pinturas pequenas se complementam e se apresentam com uma linha do horizonte imaginária. Onde dois rapazes com máscaras, cruzam os olhares em determinado instante, momento, e lugar onde não podem interagir e precisam prosseguir com suas vidas, após aquele instante. Apenas o olhar é que determina a linguagem da atração dos corpos ou possível interesse. Um flerte repentino, em meio ao caos e a rotina da epidemia da covid-19, onde o afastamento dos corpos era prioridade absoluta.

na hora certa no tempo errado 2.png

O flerte noturno onde estes corpos são inseridos, se apresentam em um contexto da vida diurna, da rotina contemporânea e atual. Podendo em ficcionalidade ser imaginado onde estes se viram; Ao cruzar uma rua, por exemplo.

na hora certa no tempo errado.png